2
2

PARA VENCER BATALHAS

“No mês de nisã, no ano vigésimo do rei Artaxerxes, uma vez posto o vinho diante dele, eu o tomei para oferecer e lho dei; ora, eu nunca antes estivera triste diante dele. O rei me disse: Por que está triste o teu rosto, se não estás doente? Tem de ser tristeza do coração. Então, temi sobremaneira e lhe respondi: viva o rei para sempre! Como não me estaria triste o rosto se a cidade, onde estão os sepulcros de meus pais, está assolada e tem as portas consumidas pelo fogo? Disse-me o rei: Que me pedes agora? Então, orei ao Deus dos céus e disse ao rei: se é do agrado do rei, e se o teu servo acha mercê em tua presença, peço-te que me envies a Judá, à cidade dos sepulcros de meus pais, para que eu a reedifique.” (Neemias 2:1-5).

Bom dia!

O que você faz quando enfrenta grandes desafios? Como reage quando, subitamente, se vê envolvido em grandes problemas? Você costuma envolver Deus em seus problemas? Como faz isso?

Por diversas razões, este é um relato surpreendente, pois Neemias compareceu diante do rei de maneira inadequada, foi confrontado por ele e, com muito medo, respondeu com sinceridade e abriu seu coração. Em vez de se zangar, Artaxerxes respondeu com empatia: “Que me pedes agora?”

Diante dessa oportunidade, Neemias fez uma breve oração silenciosa e apresentou seu pedido: “Envia-me a Judá, para que que eu a reedifique, dê-me cartas para os governadores para que me permitam passar e madeira para reedificar as portas da cidadela do Templo, os muros da cidade e para a minha casa.” E o rei lhe deu tudo o que pediu e acrescentou uma escolta.

Por muitas vezes, ao ler este texto, fiquei maravilhado com a generosidade de Artaxerxes e com o fato dele conceder a Neemias tudo o que ele pediu. Com certeza, Deus estava a mover seu coração, pois, “Como ribeiros de águas assim é o coração do rei na mão do Senhor; este, segundo o seu querer, o inclina.” (Provérbios 21:1).

Ao olhar apenas para o encontro entre Neemias e o rei, ficamos boquiabertos, pois, Neemias fez uma pequena oração silenciosa na presença do rei, e recebeu tudo o que pediu. Fica evidente que Deus moveu o coração de Artaxerxes, mas será que Deus lhe concedeu tudo isso como resultado de uma pequena e silenciosa oração?

É verdade, ensina Davi, que Deus escuta as orações silenciosas e conhece os pensamentos mais profundos do coração: “Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando me levanto; de longe penetras os meus pensamentos. Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar e conheces todos os meus caminhos. Ainda a palavra me não chegou à língua, e tu, Senhor, já a conheces toda.” (Salmos 139:1-4), mas será que a resposta favorável de Artaxerxes foi resultado de uma pequena oração silenciosa?

Um dito antigo da Igreja ensina: “A razão pela qual muitos falham na batalha é porque esperam até a hora da batalha. A razão pela qual outros têm sucesso é porque conquistaram a vitória de joelhos muito antes da batalha chegar[1].” Desde o momento em que ouviu o relato de seu irmão, Neemias começou a lutar, dia e noite, com choro, jejum e oração.

Infelizmente, muitas pessoas travam batalhas, enfrentam desafios sozinhas e desprezam o socorro do Deus dos céus. Devemos orar no momento da batalha? Sim, evidente, porém, quando tiver oportunidade, você deve orar com antecedência e fazê-lo com a intensidade requerida. Às vezes, precisamos chorar, orar e jejuar dia e noite.

Algumas pessoas oram ao enfrentar desafios, mas, cedo ficam satisfeitas e param de orar, descansadas. Por quanto tempo devemos orar? Quanto tempo Neemias orou para que Deus abrisse, de tal forma, o coração do rei?

Jesus nos ensina a pedir, buscar e bater. Pedir até receber, buscar até encontrar e bater até que a porta se abra. Até que. Neemias orou até o momento em que a oportunidade surgiu, até que o rei lhe perguntou: “Que me pedes agora?”

Se você é policial, bombeiro, médico, enfermeiro, pai, mãe, professor, político, juiz ou empresário, sua vida é cheia de desafios e você trava batalhas com frequência, pois viver é um desafio. De que maneira você tem enfrentado suas lutas? Quando passa por tribulações e começa a orar, você persiste? Você acredita que Deus ouve suas orações e pode intervir para ajudá-lo?

___

[1] LARSON, C. B.; LOWERY, B. 1001 Quotations That Connect: Timeless Wisdom for Preaching, Teaching and Writing. Kindle. English Edition.

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…