2
2

PARA SABER SEU PREÇO

“Tendo eu ido à casa de Semaías, filho de Delaías, filho de Meetabel (que estava encerrado), disse ele: Vamos juntamente à Casa de Deus, ao meio do templo, e fechemos as portas do templo; porque virão matar-te; aliás, de noite virão matar-te. Porém eu disse: homem como eu fugiria? E quem há, como eu, que entre no templo para que viva? De maneira nenhuma entrarei. Então, percebi que não era Deus quem o enviara; tal profecia falou ele contra mim, porque Tobias e Sambalate o subornaram.” (Neemias 6:10-12).

Bom dia!

Vivemos em um mundo controlado e, geralmente, damos muita importância à opinião dos outros. Em muitos casos, a pressão do grupo pode constranger e colocar nossos valores sob prova. O que fazer? Permanecer fiel aos princípios, ou mudar para não parecer diferente e perder prestígio?

O livro do profeta Daniel relata a história de três jovens amigos que foram desafiados ao extremo por se recusarem a se prostrar diante da imagem de Nabucodonosor. Por causa de sua atitude firme, o rei lhes desafiou e perguntou-lhes, retoricamente: “Quem é o deus que vos poderá livrar das minhas mãos?”

É fácil ter uma vida religiosa e praticar a fé no conforto do ar-condicionado e do banco acolchoado. Porém, uma pergunta importante a ser respondida é até onde você está disposto a ir em razão de seus princípios? Hananias Misael e Azarias, ameaçados pelo rei, responderam-lhe: “Ó Nabucodonosor, quanto a isto não necessitamos de te responder. Se o nosso Deus, a quem servimos, quer livrar-nos, ele nos livrará da fornalha de fogo ardente e das tuas mãos, ó rei. Se não, fica sabendo, ó rei, que não serviremos a teus deuses, nem adoraremos a imagem de ouro que levantaste.” (Daniel 3:16-18).

Após passar por tantos desafios, tendo concluído os muros, Neemias decidiu visitar Semaías, que estava recolhido em sua casa. Aparentemente sob ameaça de morte, ele disse que Neemias, naquela noite, seria morto e o aconselhou a fugir e se refugiar na Casa de Deus para escapar da morte. Neemias já havia enfrentado perigos de morte, a diferença agora era que Semaías era profeta e sua palavra tinha o peso do sagrado. “Porém eu disse: homem como eu fugiria? E quem há, como eu, que entre no templo para que viva? De maneira nenhuma entrarei.” (Neemias 6:11).

Semaías vendeu sua vocação, trocou seu ministério por algumas moedas de prata e, por cobiça, renunciou seus princípios. Neemias, no entanto, mesmo debaixo de tamanha pressão, permaneceu fiel aos seus valores e compreendeu que estava diante de um falso profeta. Infelizmente, observamos perplexos, muitas pessoas, para atender interesses específicos, venderem sua dignidade por um prato de lentilhas: o emprego em um gabinete, um diploma ou a vaga de um importante cargo são mais importantes do que a restauração dos muros.

Primeira defesa contra os ataques do inimigo, os valores são os muros de uma vida íntegra. Quando caem, tudo rui junto. Hananias, Mizael e Hazarias preferiram ser lançados na fornalha, o profeta Daniel foi lançado na cova dos leões e Neemias recusou se esconder na Casa de Deus. E você? Até onde está disposto a ir para não renunciar seus valores? Até que ponto está comprometido com seus princípios? Se o ditado popular diz que “cada um tem um preço”, qual é o seu?

O preço de Judas foram trinta moedas de prata, o preço de Semaías não foi revelado e o preço de algumas pessoas é exposto frequentemente em rede nacional. E você? Se quiser saber qual o seu preço, olhe para a cruz, pois alguém já nos comprou com preço de sangue. Se compreender isso, dê graças a Deus e viva para sua glória: “Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo.” (1 Coríntios 6:20).

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…