2
2

O REDENTOR DOS ELEITOS DE DEUS

“Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual a si mesmo se deu em resgate por todos: testemunho que se deve prestar em tempos oportunos.” (1 Timóteo 2:5,6).

Bom dia!

Os Evangelhos retratam muita dificuldade de todos em saber quem é Jesus. Diante de sua pregação e da manifestação dos sinais de poder, muita discussão surgiu a seu respeito: Ele é um dos profetas antigos que ressurgiu, é Elias, é o Ungido de Deus, é João Batista que ressuscitou. A discussão foi tanta que o próprio Jesus questionou aos discípulos o que as pessoas estavam a dizer a seu respeito.

Ainda nos tempos apostólicos, os discípulos de Jesus tiveram que corrigir declarações erradas a respeito de Jesus e de sua obra, como fez Paulo, ao escrever aos Gálatas: “Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo.” (Gálatas 1:6,7).

Alguns começaram a disseminar a ideia de que havia um Evangelho secreto, um conhecimento perfeito, reservado apenas para uns poucos privilegiados e, ainda, que somente aqueles que possuíam tal conhecimento seriam, verdadeiramente, salvos. Também surgiu a ideia de que Cristo não era, de fato, homem, apenas se parecia com um homem, tinha a aparência de um homem. Ao longo dos primeiros séculos, a Igreja teve que combater outras ideias falsas a respeito de Jesus: Jesus Cristo não era Deus, foi criado por Deus; Jesus Cristo foi adotado por Deus no batismo, Jesus Cristo não era uma outra pessoa trindade, mas um modo como Deus decidiu se apresentar à humanidade.

Muitas concepções equivocadas e antibíblicas a respeito da identidade de Jesus sobreviveram até os nossos tempos: Jesus foi um dos muitos profetas enviados por Deus; é um espírito evoluído; é um dos grandes mestres da moral; Jesus foi um rabino que viveu na Galileia.

Para instruir os discípulos de Jesus, os teólogos de Westminster se perguntaram: “Quem é o Redentor dos eleitos de Deus?”[1] Esta é, sem dúvida, uma pergunta importante. Você precisa saber quem é o Redentor, se há outros redentores, o que Ele fez, onde Ele está, o que está a fazer e o que fará no final da história.

Ao escrever para seu discípulo Timóteo, Paulo diferencia Deus, uma Pessoa, de Jesus Cristo, o único Mediador, outra Pessoa: “Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual a si mesmo se deu em resgate por todos: testemunho que se deve prestar em tempos oportunos.” (1 Timóteo 2:5,6). Paulo responde a pergunta feita em Westminster, ao dizer que o Redentor dos eleitos de Deus é único, Cristo Jesus, homem como eu e você.

Um dos discípulos de Jesus que eu mais gosto é o apóstolo Pedro. Me identifico com ele em razão de seu temperamento, de suas falhas, de sua coragem e firmeza no seguimento de Jesus. Tanto aprendo com Pedro, como sou encorajado por sua vida. Posso imitá-lo e aprender com ele, porém, a Bíblia diz, de modo claro, que só há um Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus. No dizer de Jesus, para reconciliarmos com Deus e ir até Ele, só há um Caminho, um Mediador: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14:6).

O Redentor dos escolhidos de Deus, ensina Westminster, sendo o eterno, portanto não criado, Filho de Deus, se fez homem. No dizer de João, “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.” (João 1:14). Nele não há mudança, nem variação: “Jesus Cristo, ontem e hoje, é o mesmo e o será para sempre.” (Hebreus 13:8).

Quem é, portanto, o Redentor dos eleitos de Deus? Que ninguém se engane: o único Redentor dos escolhidos de Deus é o Senhor Jesus Cristo, que, sendo o eterno Filho de Deus, fez-se homem e, assim, foi e continua a ser Deus e homem em duas naturezas distintas e uma só pessoa, para sempre.

_______

[1] PERGUNTA 21: Quem é o Redentor dos eleitos de Deus? RESPOSTA: O único Redentor dos escolhidos de Deus é o Senhor Jesus Cristo, que, sendo o eterno Filho de Deus, fez-se homem e, assim, foi e continua a ser Deus e homem em duas naturezas distintas e uma só pessoa, para sempre.

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…