2
2

O QUE É DEUS?

“Disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós outros.” (Êxodo 3:14).

Bom dia!

Ao continuar sua reflexão, os teólogos reunidos em Westminster apresentaram a pergunta: “O que é Deus?” Por que razão perguntar “O que é Deus?” Em vez de perguntar “Quem é Deus?”[1] Esta é uma boa questão. Todas as pessoas, não importa o lugar ou a época, têm uma intuição íntima a respeito da existência de Deus. Todos os povos, em todas as épocas e lugares têm uma referência ao sagrado. Paulo diz que os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo e são percebidos nas coisas criadas. Aquele que nega a existência de Deus, continua Paulo, é indesculpável (Romanos 1:20).

Sempre pensamos sobre Deus de uma maneira pessoal. Porém, mesmo sendo criados à sua imagem e semelhança, Ele é muito diferente de nós, pois somos finitos, limitados, mutáveis e fracos, criados para viver na terra, em um corpo físico. Deus é um Espírito infinito, eterno e imutável em seu ser, sabedoria, poder, santidade, justiça, bondade e verdade, como afirmaram os teólogos em Westminster.

Como não temos referência, algo que nos permita a comparação, ao pensar sobre Deus nossas questões passam a ser “O que é Deus,” em vez de “Quem é Deus.” Neste momento, nosso vocabulário encontra seu limite, pois não há palavras que podem descrever Deus adequadamente. Expressamos isso ao dizer que Deus é inefável, ou seja, impossível de se nomear ou descrever.

Os teólogos[2] ensinam que nunca poderemos entender Deus completamente devido ao fato dele ser infinito e nós sermos finitos. Por essa razão, eles ensinam que Deus é incompreensível, ou seja, incapaz de ser completamente entendido. Não é possível, porém, dizer que Deus seja incapaz de ser compreendido. O salmista diz que a grandeza de Deus está além de nossa compreensão: “Grande é o Senhor e mui digno de ser louvado; a sua grandeza é insondável.” (Salmos 145:3).

Apesar de não podermos conhecer Deus de modo abrangente e exaustivo, podemos conhecer verdades a respeito dele, pois tudo o que as Escrituras falam a respeito de Deus é verdade. Por isso, podemos dizer que Deus é amor (1 João 4:8), que Deus é espírito (João 4:24) e que Deus é justo (Romanos 3:26).

Foi Jesus, em sua conversa com a mulher samaritana, que disse que Deus é espírito: “Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.” (João 4:24). Como existem outros espíritos – anjos e demônios – foi preciso diferenciar Deus dos demais espíritos. Deus possui atributos que o diferenciam de todos os demais seres.

O que é Deus? Para responder esta pergunta, os teólogos escolheram falar sobre os atributos de Deus. Ele é infinito, pois não está sujeito às limitações da humanidade e da criação. Deus é bem maior do que tudo o que criou, bem maior do que qualquer coisa que exista. Deus é eterno. Não tem princípio, nem fim, nem sucessão de momentos em seu próprio ser. Ele vê todo o tempo de forma igualmente real, porém percebe os acontecimentos no tempo e age no tempo. Moisés nos diz: “Antes que os montes nascessem e se formassem a terra e o mundo, de eternidade a eternidade, tu és Deus.” (Salmos 90:2).

Deus é imutável. Deus não muda em seu ser, em suas perfeições, propósitos e promessas, porém, age e sente emoções de forma diferente, ao reagir a situações diferentes. Tiago diz que em Deus não pode existir variação, nem mudança: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança.” (Tiago 1:17).

Mesmo que não possamos conhecer Deus exaustivamente, Ele mesmo nos chama a conhecê-lo: “Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem o forte, na sua força, nem o rico, nas suas riquezas; mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor. (Jeremias 9:23,24).

_____

[1] PERGUNTA 4: O que Deus é? RESPOSTA: Deus é espírito infinito, eterno e imutável em seu ser, sabedoria, poder, santidade, justiça, bondade e verdade.
[2] GRUDEM, Wayne. Teologia Sistemática ao alcance de todos. Rio de Janeiro: Thomas Nelson, 2019. Edição do Kindle.

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…