2
2

O MENOR DE TODOS

“Levantou-se entre eles uma discussão sobre qual deles seria o maior. Mas Jesus, sabendo o que se lhes passava no coração, tomou uma criança, colocou-a junto a si e lhes disse: Quem receber esta criança em meu nome a mim me recebe; e quem receber a mim recebe aquele que me enviou; porque aquele que entre vós for o menor de todos, esse é que é grande.” (Lucas 9:46-48).

Bom dia!

Todos estavam maravilhados com o que Jesus fazia, Ele, porém, lhes disse, mais uma vez, que seria entregue nas mãos dos homens. Sem compreender o que seria isso, os discípulos temiam perguntar-lhe a respeito. Então, eles começaram a discutir sobre qual deles seria o maior no reino de Deus. Enquanto Jesus pensava nos outros, os discípulos pensavam em si mesmos, na verdade, a coisa era pior, pois, cada um pensava em si mesmo.

Os discípulos estavam com o coração no mundo e nas coisas do mundo. Eles não haviam compreendido ainda que não era aceitável, nem possível amar o mudo e amar a Deus: “Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo.” (1 João 2:15,16).

Quando lemos esses textos, estranhamos o comportamento e até a aparente falta de sensibilidade dos discípulos, porém, assim como eles, somos insensíveis, pensamos mais em nós do que nos outros e amamos as honras deste mundo. Mesmo dentro da Igreja, muitos queremos ser grandes e poucos nos propomos a servir.

Jesus conhecendo-lhes os corações e desejando instruí-los, trouxe para perto de si uma criança e disse-lhes: “Quem receber esta criança em meu nome a mim me recebe; e quem receber a mim recebe aquele que me enviou; porque aquele que entre vós for o menor de todos, esse é que é grande.” (Lucas 9:48).

No reino de Deus, aquele que almeja ser grande deve servir. Normalmente, não temos dificuldade para servir os poderosos, mas Jesus ensina que a grandeza está em servir os pequeninos. Historicamente, a Igreja, sempre bajulou imperadores, reis, presidentes, governadores, empresários e ignorou os pobres.

Todos desejamos ser grandes, almejamos reconhecimento e lutamos para receber a glória deste mundo. Jesus, no entanto, ensina que, para ser o maior em seu reino é preciso servir os pequeninos deste mundo, é necessário cuidar daqueles que não podem retribuir e não têm nada para oferecer em troca. No reino de Deus, aquele que deseja ser grande deve ser o menor de todos.

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…