2
2

NÃO DESÇA AO VALE DE ONO

“Tendo ouvido Sambalate, Tobias, Gesém, o arábio, e o resto dos nossos inimigos que eu tinha edificado o muro e que nele já não havia brecha nenhuma, ainda que até este tempo não tinha posto as portas nos portais, Sambalate e Gesém mandaram dizer-me: Vem, encontremo-nos, nas aldeias, no vale de Ono. Porém intentavam fazer-me mal. Enviei-lhes mensageiros a dizer: Estou fazendo grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria a obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco?” (Neemias 6:1-3).

Bom dia!

Minha filha tem um Cocker que se chama Tob. Ele tem doze anos e, atualmente, suas principais atividades são comer e dormir. Quando ainda era filhote, certo dia, ao abrir a porta da sala, encontrei o Tob com uma Pomba-trocal na boca. Trabalhei bastante para o educar e ele ficou muito dócil e manso. Quando saio com ele para passear, fico impressionado como ele não dá atenção para aqueles cachorros que latem e ameaçam.

Na rua onde eu moro, tem uma casa com dois cachorros bem grandes, da raça alemã Weimaraner, que gostam de ficar escondidos e atacar quando o Tob passa. Eles têm um latido bem forte e chegam bem perto, separados pela cerca. Eles latem e se aproximam, mas o Tob, sem olhar para eles, segue no passo do velhinho, bem tranquilo. Olho para aquela cena e penso: “Como eu queria ser assim.”

Os inimigos de Neemias inicialmente zombaram dele e o desacreditaram. Depois, fizeram ameaças. Em seguida, tentaram organizar um ataque em várias direções. Neemias respondeu a todas as ameaças, adotando contramedidas que reduziram ou neutralizaram os riscos. Decidido, focado, persistente e estratégico, o copeiro de Artaxerxes prosseguiu na missão até concluir o muro e fechar todas as brechas.

Sambalate e Gesém, planejando fazer mal a Neemias, mandaram-lhe um recado: “Vem, encontremo-nos, nas aldeias, no vale de Ono.” A resposta de Neemias é uma excelente lição para todos nós: “Estou fazendo grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria a obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco?” (Neemias 6:3). Ele nos ensina que, em vez de parar e dar atenção aos inimigos, o melhor a fazer é focar na missão.

Quando trabalhava na polícia, adotei como princípio no relacionamento com a imprensa, não dar entrevistas exclusivas. Comunicava tudo por notas ou em entrevistas coletivas, a maioria das vezes, por meio de um porta-voz. Alguns poucos profissionais que costumeiramente eram mimados e privilegiados, escolheram falar mal do meu trabalho, apesar da queda dos índices de criminalidade e dos bons resultados. Alguns assessores, faziam questão de me falar, gravar e até me enviar os áudios e as transcrições dos programas e das reportagens, mas eu fazia igual ao Tob, ignorava, continuava a trabalhar e não lhes dava a mínima atenção ou o privilégio que eles queriam.

Você perde muito tempo e gasta muita energia se parar para ouvir e discutir a opinião e as críticas de seus inimigos. Quando reage à provocação e começa a discutir, você entra no jogo deles e, nesse jogo, é provável que você seja o único que tenha alguma coisa a perder.

Por isso, quando enfrentamos grandes desafios, o melhor a fazer é concentrar na missão e seguir em frente, sem esperar ou procurar elogios ou críticas. “Estou fazendo grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria a obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco?” (Neemias 6:3).

O mundo está repleto de Sambalates, Tobias e Geséns e eles têm perturbado e atrapalhado muitas pessoas trabalhadoras e com boas intenções. O mundo precisa de homens e mulheres como Neemias. Roguemos ao Senhor que os levante em nossa nação, pois, “A seara, na verdade, é grande, mas os trabalhadores são poucos. 38 Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara.” (Mateus 9:37,38).

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…