2
2

“Ninguém, depois de acender uma candeia, a cobre com um vaso ou a põe debaixo de uma cama; pelo contrário, coloca-a sobre um velador, a fim de que os que entram vejam a luz. Nada há oculto, que não haja de manifestar-se, nem escondido, que não venha a ser conhecido e revelado.” (Lucas 8:16-17).

Bom dia!

No Evangelho de João, no capítulo oito, Jesus dá testemunho de si mesmo: “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, pelo contrário terá a luz da vida.” (João 8:12). Como imagem e semelhança de Jesus, seus discípulos devem deixar a Luz que habita neles brilhar e iluminar os homens.

Jesus não nos fez para andar nas trevas, mas na Luz. Ele deseja que a Luz que há em seus discípulos seja repartida de modo a tirar os outros das trevas. Porém, o melhor testemunho que podemos dar não é com palavras, mas com a vida. É comum percebemos, sem muito esforço, as inconsistências e incoerências entre a pregação e a vida do pregador.

É verdade, nosso grande dilema está em nossa falibilidade, pois mesmo quando desejamos acertar, erramos: “Porque nem mesmo compreendo o meu próprio modo de agir, pois não faço o que prefiro, e sim o que detesto.” […] “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem nenhum, pois o querer o bem está em mim; não, porém, o efetuá-lo. Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço.” (Romanos 7:15, 18 e 19).

“Graças a Deus por Jesus Cristo,” diz Paulo ao entender que nossa vitória depende da graça e da misericórdia de Deus e não de nosso mérito. Mesmo em face de toda nossa miséria, o Cordeiro de Deus nos trata com misericórdia, seu Espírito nos ajuda e Ele nunca desiste de nós.

Há, entretanto, aqueles que vivem como se Deus não existisse, aqueles que se entregam à transgressão e acreditam que não são vistos, nem serão descobertos. Para esses, a advertência do Senhor é um chamado à mudança, pois, mais cedo ou mais tarde, tudo será levado à Luz.

Se for esse é o teu caso, que Deus te conceda misericórdia, pois ainda há tempo: “Buscai o Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar.” (Isaías 55:6,7).

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…