2
2

GRANDES E PEQUENOS

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.” (2 Timóteo 3:16,17).

Bom dia!

Se o objetivo principal da vida é glorificar a Deus e ter prazer nele, você sabe onde pode encontrar instrução para fazer isso?

Embora pareça estranho, Jesus afirmou que Deus ocultou as Boas Novas dos sábios e instruídos e as revelou aos pequeninos. (Lucas 10:21). Em outras palavras, algumas das pessoas mais educadas e especializadas nos mistérios da ciência, podem ser ignorantes no que diz respeito às coisas do Reino de Deus. E algumas das pessoas mais humildes e sem instrução podem ser gigantes nos mistérios do Reino.

Conheci e conheço pessoas assim. Doutores e pós-doutores especialistas em religião e noutras ciências, que até conhecem os textos das Escrituras, mas não os entendem. Por outro lado, conheci e conheço pessoas que não ultrapassaram o Ensino Médio, às vezes até menos, mas que são grandes em sabedoria e conhecimento das coisas eternas.

A razão para isso é bem simples: por si só, o homem não pode chegar ao pleno conhecimento da Verdade. Quanto mais ele, solitariamente, se esforça, menos entende; quanto mais cresce em ciência humana e se ensoberbece, mais se afasta do conhecimento de Deus. Para conhecer Deus é preciso ter humildade.

Embora o homem tenha sido criado por Deus com a capacidade de arrazoar, ele não pode conhecer exaustivamente. O homem não é capaz de saber tudo, apenas Deus possui os atributos da onisciência, tem conhecimento completo e exaustivo de tudo, e da onissapiência. Deus não apenas sabe tudo, Ele sabe, no meio de tudo, o que é o melhor e o mais adequado para cada situação.

De que maneira, então, o homem pode conhecer a Deus e os mistérios do Reino? Em primeiro lugar, Deus se revela naturalmente ao homem, como declararam Davi e Paulo: “Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos.” (Salmos 19:1). “Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas.” (Romanos 1:20).

Em segundo lugar, Deus se revela ao homem de maneira especial, em sua Palavra. Uma vez que o fim principal do homem é glorificar a Deus e gozá-lo para sempre, como posso fazer isso adequadamente? Os sábios em Westminster nos respondem que a Palavra de Deus é a única regra para nos dirigir na maneira de glorificar a Deus.[1]

Para instruir seu discípulo Timóteo como viver e glorificar a Deus, Paulo escreveu-lhe: “Toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. E isso para que o servo de Deus esteja completamente preparado e pronto para fazer todo tipo de boas ações.” (2 Timóteo 3:16,17).[2]

Para concluir, podemos pensar algumas características a respeito da Escritura Sagrada. A primeira característica é a autoridade: a Bíblia é nossa regra suprema para o que devemos crer e comportar. A segunda, é a clareza: o Espírito Santo fez a Bíblia compreensível a todo aquele que a lê e deseja se submeter ao que ela diz. Sua compreensão não está limitada aos especialistas ou à hierarquia da Igreja. A terceira, diz respeito à necessidade: não é possível viver a vida cristã sem a Bíblia. A última característica é a suficiência da Escritura: a Bíblia possui tudo o que precisamos conhecer sobre a vontade de Deus e de que maneira viver para glorificá-lo.[3]

Apesar de toda a importância da Escritura Sagrada para a humanidade e para o homem em particular, não tenho vergonha de confessar que comecei ler a Bíblia somente aos vinte e oito anos de idade. Por essa razão, me considero um leitor tardio da Escritura. E você? Já começou sua leitura?

_______

[1] PERGUNTA 2 – Que regra Deus nos deu para nos dirigir na maneira de o glorificar? RESPOSTA: A Palavra de Deus, que se acha nas Escrituras do Velho e do Novo Testamentos, é a única regra para nos dirigir na maneira de o glorificar e gozar.

[2] NTLH: Nova Tradução na Linguagem de Hoje.

[3] LAMBERT, Heath. Teologia do Aconselhamento Bíblico. Eusébio: Editora Peregrino, 2017.

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…