2
2

ESPERANÇA, PACIÊNCIA E PERSEVERANÇA

“Regozijai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração, perseverantes.” (Romanos 12:12).

Bom dia!

A carta do apóstolo Paulo aos Romanos pode ser vista em duas grandes divisões. A primeira parte, do capítulo um ao onze, é mais teológica e nela o apóstolo discute princípios importantes para a fé. A partir do capítulo doze, Paulo apresenta recomendações práticas para a vida cristã.

A Bíblia admite, francamente, que viver não é fácil. Jesus adverte que “estreita é a porta e apertado o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela.” (Mateus 7:14) e, ainda, que, no mundo, seus discípulos passariam por aflições. (João 16:33).

Ao instruir para a vida prática, Paulo nos recomenda três atitudes: esperança, paciência e perseverança. Ao olhar para os poderosos feitos de Deus no passado, devemos nos encher de esperança, pois Deus é fiel e socorre seu povo. Uma vez mais, é bom lembrar que Deus não mente, não trai, não abandona e está, integralmente, comprometido conosco.

Apesar de saber que tudo isso é verdade, ao olharmos para as circunstâncias e para a dimensão dos problemas, podemos fraquejar e perder a paciência ou, até mesmo, a fé. Por essa razão, Paulo recomenda: “Seja paciente na tribulação.”

Minha irmã me enviou uma mensagem ontem pedindo oração e disse-me que ela e o esposo estavam com dor no peito. Graças a Deus, ao final do dia, ela me disse que estava melhor. Não há dúvidas, a profusão de notícias ruins e alarmantes está a adoecer as pessoas. A ansiedade e o medo podem provocar dores de cabeça, insônia, dificuldade de respirar, dores no peito, dores musculares, diarreia e outros.

Como nos conhece, Deus nos instrui a ter esperança e, mais do que isso, a nos alegrar na esperança, pois, aquele que cuida de nós não dorme, nem cochila. O Bom Pastor não foge quando vê o mal. Ao ver suas ovelhas em perigo, Ele age.

É possível vencer a ansiedade e viver um dia de cada vez: “Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.” (Mateus 6:34).

Reduza, se possível elimine, a dosagem de notícias ruins do seu dia. Evite aquelas fontes que, com dolo, acrescentam maldade aos fatos e têm interesse outros, além de informar. Preencha o tempo que você se intoxica com a maldade de cada dia com preciosos momentos de oração.

Alegre-se na esperança, seja paciente na tribulação e perseverante na oração. Abra o livro de orações da Bíblia, o Livro dos Salmos, e leia as orações inspiradas pelo Espírito Santo. Faça orações espontâneas, passe tempo em conversa com Deus diariamente, seja perseverante e cante louvores como uma forma de oração.

Alegre-se na esperança de que Deus livra; se a salvação parece demorar, seja paciente; não se deixe dominar pela ansiedade e ore o tempo todo. Apresente a Deus suas necessidades, medos, angústias, alegrias, ações de graças e deposite no altar todo o fardo que está a carregar: “Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte, lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” (1 Pedro 5:6,7).

Se alegre na esperança, seja paciente ao enfrentar as dificuldades e persevere na oração. Se você agir assim, terá sua recompensa.

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…