2
2

É BOM E AGRADÁVEL

“Ouvindo os apóstolos, que estavam em Jerusalém, que Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram-lhe Pedro e João; os quais, descendo para lá, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo; porquanto não havia ainda descido sobre nenhum deles, mas somente haviam sido batizados em o nome do Senhor Jesus.” (Atos 8:14-16).
Bom dia!
Quando Pedro negou Jesus três vezes, ele não estava sozinho, João estava lá. Foi ele, na verdade, que possibilitou a entrada de Pedro na residência do sumo sacerdote, pois era conhecido da casa: “Simão Pedro e outro discípulo seguiam a Jesus”. Sendo este discípulo conhecido do sumo sacerdote, entrou para o pátio deste com Jesus. Pedro, porém, ficou de fora, junto à porta. Saindo, pois, o outro discípulo, que era conhecido do sumo sacerdote, falou com a encarregada da porta e levou a Pedro para dentro.” (João 18:15,16).
Entre os discípulos, Pedro recebeu a liderança e João se recostava no peito de Jesus. O Senhor gerou entre eles um laço de amizade que possibilitou que trabalhassem juntos, confortassem um ao outro e vencessem grandes obstáculos. Quando enviou seus discípulos como precursores para pregar o Evangelho nas cidades onde iria, Jesus os enviou dois a dois.
Outros importantes laços de trabalho e de amizade se formaram pela ação do Espírito Santo no início da Igreja: Paulo e Silas, Paulo e Lucas, Barnabé e Marcos e, certamente, muitos outros que não foram relatados.
Às vezes ocorriam desacertos entre eles de modo que precisavam se separar por algum tempo, mas todos se reencontraram, pacificados pelo Príncipe da Paz.
É possível trabalhar sozinho, pela direção do Espírito Santo, como fez Filipe ao anunciar a Palavra aos samaritanos e ter bons resultados. Porém, Salomão ensina que é melhor serem dois do que um: “Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante. Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.” (Eclesiastes 4:9-12).
Fui iniciado no ministério por um grande amigo que me ensinou tudo: ler e interpretar as Escrituras, orar, testemunhar o Evangelho do reino de Deus e amar ao Senhor Jesus. Hoje já não andamos juntos, mas o forte vínculo do Espírito permanece. O Senhor, por sua graça e misericórdia, me uniu com diversas pessoas para servi-lo e eu sou muito grato a Deus e a esses irmãos e irmãs que me ajudam a cumprir o propósito do Pai para nossas vidas.
Paulo nos ensina que, na seara do Rei, cada um cumpre seu papel e o Senhor dá o crescimento e recebe a glória: “Eu plantei, Apolo regou; mas o crescimento veio de Deus. De modo que nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento.” (1 Coríntios 3:6,7).
Após o excelente trabalho de Filipe, Pedro e João chegaram a Samaria para ajudá-lo, ministrando, sobre aqueles que creram, o Espírito Santo. Como ensinam as Escrituras, Jesus é a cabeça, nós somos o corpo que opera com seus muitos e diferentes membros. Ninguém é autossuficiente no reino de Deus, ninguém recebeu todos os dons. Precisamos uns dos outros para servir a Deus e Ele se alegra quando entendemos isso e vivemos em comunhão. Como está escrito, “Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o Senhor a sua bênção e a vida para sempre.” (Salmos 133).
Se você tem um amigo que anda com você (ou você com ele), dê graças a Deus e não se esqueça de orar sempre por ele.
Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…