2
2

BRAÇOS ETERNOS

“O Deus eterno é a tua habitação e, por baixo de ti, estende os braços eternos; ele expulsou o inimigo de diante de ti e disse: Destrói-o.” (Deuteronômio 33:27).

Bom dia!

No início de minha carreira militar, nos tempos de academia, sempre que era designado para uma tarefa ou função nova eu me enchia de ansiedade e preocupação. Será que darei conta? Essa era uma pergunta que estava sempre presente. Diante de grandes desafios e mudanças, você fica ansioso? Sente-se inseguro?

Por ordem de Deus, Moisés confrontou o grande império do Egito e exigiu que faraó libertasse seu povo. Após a décima praga, a morte de todos os primogênitos, Israel saiu do Egito e levou seus despojos. O êxodo, que poderia ser bem mais simples, durou quarenta anos, durante os quais, Moisés liderou o povo de Deus, instruiu, corrigiu, julgou e os conduziu no relacionamento com Deus. Definitivamente, não foi uma tarefa fácil e Moisés, o homem mais manso da terra, chegou a pedir a Deus que tirasse sua vida.

Impedido de entrar na terra prometida, Moisés cantou louvores a Deus e abençoou a congregação, tribo por tribo. É possível inferir sua preocupação e seu zelo em suas recomendações finais: “Não há outro semelhante a Deus, que cavalga os céus para te ajudar! Sejam íntegros, sejam fiéis a Ele! Deus é tua habitação.”

Aqueles que estavam a peregrinar no deserto por quarenta anos, finalmente chegaram à Terra Prometida, terra habitada por povos de guerra, repleta de inimigos, porém, terra prometida por Deus. O que Moisés estava a lhes dizer é que seu abrigo não era Canaã, mas o próprio Deus. Deus é sua habitação, sua segurança.

O abrigo é uma das necessidades fundamentais do ser humano e, a maioria de nós pensa e entende nossa casa como nosso abrigo, o lugar onde estamos protegidos dos perigos, onde temos segurança. Certamente, a prioridade deles ao entrar na Terra Prometida seria edificar suas casas, porém, Moisés chamou-lhes a atenção para o fato de que Deus era sua habitação, seu abrigo e segurança. Anos mais tarde, Salomão, rei de Israel, fez a mesma declaração: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.” (Salmos 127:1).

“Deus cavalga os céus para te ajudar, sejam fiéis a Ele. Deus é sua segurança.” Há quarenta anos, após retornar de sua missão de espionar a terra, os espias, exceto Josué e Calebe, desanimaram o povo. Moisés certamente se lembrava daquele dia, por isso, fez questão de encorajar o povo, dar-lhes uma mensagem de esperança e deixar bem claro que sua segurança, seu abrigo, era o Senhor.

“O Deus eterno é a tua habitação e, por baixo de ti, estende os braços eternos; ele expulsou o inimigo de diante de ti e disse: Destrói-o.” Aquele que derrotou o poderoso império egípcio com mão forte e braço estendido, os carregaria em seus braços eternos para a conquista da terra. Ele já expulsou o inimigo, a vitória está garantida.

Diante de grandes desafios você se sente inseguro? Ansioso? Perde o sono? Por meio de Moisés, servo de Deus, o Senhor deseja encorajar você hoje, pois Ele é seu abrigo e segurança, em seus braços eternos Ele o conduzirá para vencer. Quando Senaqueribe, rei da Assíria, entrou em Judá e cercou as cidades, o rei Ezequias reuniu o povo na praça da porta da cidade e falou-lhes ao coração, ao dizer: “Sede fortes e corajosos, não temais, nem vos assusteis por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele; porque um há conosco maior do que o que está com ele. Com ele está o braço de carne, mas conosco, o Senhor, nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear nossas guerras.” (2 Crônicas 32:7,8a).

Portanto, diante de grandes desafios, não fique ansioso, nem se espante, pois com você está o braço forte do Senhor. Com eles está o braço de carne, com você o braço do Senhor.

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…