2
2

“Pedro e João subiam ao templo para a oração da hora nona.” (Atos 3:1).

Bom dia!

Os discípulos de Jesus, diferentemente do que alguém possa pensar, quando começaram seu ministério, não romperam com o judaísmo. Eles entendiam que Jesus era aquele sobre o qual as Escrituras falavam, que era o cumprimento delas, não sua revogação. Por isso, eles continuaram a praticar tudo o que as Escrituras prescreviam.

O escritor e pregador escocês Oswald Chambers (1874 – 1917) disse certa vez: “Quando você encontrar um homem ou mulher que coloca Jesus Cristo em primeiro lugar, ligue-o à sua alma.” Pedro e João, juntamente com Tiago, faziam parte do círculo mais íntimo de Jesus. Pedro e João, após a partida de Jesus, continuaram tendo um relacionamento mais próximo.

Todos precisamos de bons amigos, mas nem sempre os encontramos. Alguns, na verdade, buscam o oposto. É provável que toda nossa geração tenha ouvido o ditado, que muitos até pensam ser um versículo bíblico. “Diga com quem tu andas e te direi quem tu és”. Embora não seja um versículo da Bíblia, esse dito popular é carregado de sabedoria bíblica, pois quem anda com os sábios, será sábio e quem anda com os tolos será tolo (Provérbios 13:20).

Tenho e tive Amigos que me ajudaram a crescer e ainda ajudam muito. Dou graças a Deus por eles. Gosto de conversar e estar perto de pessoas que me enriquecem. Jerônimo (345 – 420), um dos pais da Igreja, disse que “Um amigo é procurado por muito tempo, dificilmente encontrado e com muita dificuldade mantido.”

Não gosto de ficar perto de pessoas que só falam bobagem, que dizem palavrões até mesmo sem motivo e, pior, perto de murmuradores. Ultimamente tem-se nomeado aqueles com essas características negativas de “pessoas tóxicas”. A Bíblia nos recomenda a evitá-los: “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.” (Salmo 1:1).

Pedro e João estavam juntos para o melhor. Juntos, buscavam a excelência, por isso subiram ao templo para orar. Por mais incrível que possa parecer, é mais fácil encontrar parceiros para a confusão do que para aquilo que nos acrescenta e nos faz excelentes.

Os amigos Pedro e João andavam juntos e estavam ligados um à alma do outro. Salomão escreveu que há amigo mais chegado que um irmão (Provérbios 18:24b). Jesus deseja ser este seu amigo mais chegado do que irmão. Foi Ele mesmo quem disse: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos. Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer.” (João 15:13-15).

É comum receber solicitações de amizade pela rede social. Normalmente aceito, por isso, tenho muitos amigos que nem conheço. Nunca almocei com eles, não sei quantos filhos têm, se são casados, nem o que fazem para viver. Somos amigos virtuais. Jesus deseja ser seu amigo mais chegado que um irmão, mas para usufruir de sua amizade, você precisa dar-lhe atenção e passar tempo com Ele.

Como toda amizade, precisa ser cultivada. Para que a intimidade inerente a amizade aconteça, você precisa passar tempo com Ele. Talvez você não saiba, mas a Bíblia diz que Jesus deseja entrar em sua casa e desenvolver essa intimidade: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.” (Apocalipse 3:20).

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…