2
2

ALIVIAR A CARGA PARA VENCER

“Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus.” (Hebreus 12:1,2).

Bom dia!

Alguns atletas, em determinadas fases de sua preparação, costumam prender peso no corpo, vestir coletes e arrastar pneus durante seu treinamento para aumentar a resistência e a força. Quando era mais novo, corria longas distâncias fardado, calçado com coturno e, algumas vezes, equipado. Os corredores profissionais, no entanto, usam as roupas e os equipamentos mais leves que a tecnologia pode oferecer.

O capítulo onze do livro aos Hebreus é conhecido por aqueles que estudam a Bíblia como “A Galeria dos Heróis da Fé”. O escritor apresenta a perseverança de homens e mulheres ao enfrentar dificuldades em todos os níveis, inclusive a morte. Seu propósito é encorajar os discípulos de Jesus Cristo a permanecerem firmes na fé.

Os heróis da fé são a nuvem de testemunhas que nos rodeia e nos mostra que a vida cristã não é fácil, nem glamourosa, porém, se eles, homens e mulheres comuns, acreditaram, perseveraram e venceram, você também pode acreditar, perseverar e vencer. Assim como os atletas fazem, para ter sucesso e correr bem, é preciso lançar fora todo peso e se desembaraçar do pecado que tenazmente nos assedia.

O atleta se encoraja e se fortalece mentalmente visualizando a linha de chegada. Quando está se aproximando do final da corrida, em vez de reduzir o ritmo, ele aumenta, em vez de olhar para a torcida, olha para a linha de chegada e dá o máximo de si. A Escritura nos instrui a olhar para o Autor e Consumador da fé, Jesus Cristo, e correr em sua direção.

Rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, perseveramos: Abel, Enoque, Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Sansão, Samuel, Davi, Pedro, André, Tiago, João, Estevão, Paulo e outros homens e mulheres que “Foram apedrejados, provados, serrados pelo meio, mortos a fio de espada; andaram peregrinos, vestidos de peles de ovelhas e de cabras, necessitados, afligidos, maltratados (homens dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, pelos montes, pelas covas, pelos antros da terra.” (Hebreus 11:37,38).

Se você nem sempre é bem-sucedido em sua peregrinação cristã, escute o que o autor da carta aos Hebreus está a dizer. Primeiro, você está cercado por uma qualificada nuvem de testemunhas que enfrentou dificuldades ainda piores que as suas. Segundo, é preciso se livrar de todo o peso e do pecado. Pode haver coisas que não são pecados, mas que o impedem de avançar. Além disso, você pode não estar lutando contra o pecado como deveria.

O evangelista americano Billy Sunday (1862 – 1935) disse certa vez: “Escute: eu sou contra o pecado. Vou chutá-lo enquanto eu tiver um pé. Vou lutar contra ele enquanto tiver um punho. Vou dar-lhe cabeçada enquanto tiver cabeça. Vou mordê-lo enquanto tiver um dente. E quando estiver velho, sem punhos, sem pés e sem dentes, vou me alegrar até voltar para minha casa, na glória, e ele for para sua casa, na perdição.”

Em terceiro lugar, é preciso não desviar os olhos da linha de chegada. Você deve olhar para o Autor e Consumador da fé, Jesus. Algumas pessoas desistem porque olham para a figura errada e depositam nela a confiança. Quando ela falha (e todos nós falhamos), você desiste e para. Por fim, como as testemunhas que nos rodeiam, é preciso suportar a cruz, e não fazer caso da ignomínia, não ter vergonha de ser cristão.

Em vez de se embaraçar com o pecado, perder o foco e desistir, olhe, “atentamente, aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossa alma.” (Hebreus 12:3).

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…