2
2

A LEI DE CRISTO

“Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo.” (Gálatas 6:2).

Bom dia!

Em nosso tempo, o individualismo, o sucesso pessoal e a competição são perfeitamente aceitáveis e até mesmo buscados. A sociedade contemporânea é bem diferente da sociedade antiga.

Os discípulos de Cristo são recomendados por Paulo a levar as cargas uns dos outros. O individualismo e a competição são reprovados. O sucesso de alguém que implique no fracasso de outro é o fracasso de todos, pois a lei de Cristo é o amor.

A Lei de Cristo é uma referência ao ensino de Jesus, que foi por Ele mesmo resumido ao final de seu ministério: “Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros.” (João 13:34).

O religioso é reconhecido por suas vestes e por praticar rituais e liturgias; o professor, ao ensinar; o filósofo tem suas características, assim como o militar. O discípulo de Jesus, no entanto, não é reconhecido por sua fama, beleza, dinheiro, poder ou vestes. Ele não usa um escudo ou um distintivo que o identifique, nem dá carteirada, sua marca é o amor, e o amor é a Lei de Cristo.

Se o amor é a marca do discípulo de Cristo, somos reconhecidos como cristãos, quando praticamos o amor. Falar de amor é fácil, porém, é necessário colocar o amor em ação, “Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” (Gálatas 5:14).

Toda pessoa, em algum momento da vida, passará por dificuldades e terá necessidades. Nessas situações, somos chamados a ajudar, e elas são, na verdade, oportunidades para amar. A Lei de Cristo não nos permite passar de largo da necessidade do outro, nem nos considerar superiores. Nosso dever é ajudá-lo a carregar seu fardo e apoiá-lo com nossos conselhos, exortações, encorajamentos e cuidados.

Se você é policial, será possível fazer cumprir a lei com amor? Não apenas é possível, é exigido. Se um pai de família precisa trabalhar para alimentar os filhos e você tem o dever de mandá-lo para casa, é possível fazer isso com amor? Não somente é possível, é exigido.

Se você é enfermeiro e cuida de um paciente exigente, nervoso e resmungão, é possível cuidar dele com amor? Não somente é possível, é exigido. Se você é médico e atende um paciente que solicita um tratamento off label, é possível tratá-lo com amor? Não somente é possível, é exigido.

Não é possível ser discípulo de Cristo sem amor. Policiais, enfermeiros, médicos, bombeiros, motoristas de transporte público, prefeitos, governadores todos podem ser discípulos de Cristo e, assim, levar as cargas uns dos outros, “Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” (Gálatas 5:14).

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…