2
2

A PALAVRA DE CRISTO

“E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.” (Romanos 10:17).

Bom dia!

Quando discutem a necessidade das Escrituras, os estudiosos ressaltam a importância da pregação, pois para crer e invocar o nome de Jesus, você precisa ouvir e, para ouvir, alguém tem que pregar (Romanos 10:13,14). Por essa razão, Paulo louva aqueles que anunciam as Boas Novas. O Apóstolo elogia a disposição e a atitude daqueles que se dispõem e se esforçam no anúncio do Evangelho.

Para enfatizar um pouco mais a necessidade da pregação, Paulo diz que a fé vem do ouvir a mensagem, logo, é imprescindível que a Palavra seja pregada. Paulo lembra, entretanto, que nem todos os que ouvem, acreditam na mensagem.

Não há dúvidas de que é o ensino da verdadeira Palavra de Deus que livra os discípulos de Jesus Cristo da heresia e do erro. Paulo nos alerta que a mensagem da pregação vem de Cristo, logo é a palavra dele que deve ser comunicada, e é exatamente isso que encontramos na pregação da primeira Igreja.

Os primeiros discípulos de Jesus pregavam as Boas Novas da salvação que, para eles, se resumia na encarnação do Cordeiro de Deus, sua morte vicária (em nosso lugar) na cruz e sua ressurreição para nos salvar do pecado e de suas consequências.

Nossos primeiros irmãos deixam claro que todos somos pecadores, que o salário do pecado é a morte e, por isso, exortam a todos que se arrependam de seus pecados e se voltem (convertam) para Cristo, nosso único Mediador: “Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual a si mesmo se deu em resgate por todos: testemunho que se deve prestar em tempos oportunos.” (1 Timóteo 2:5,6)

Infelizmente, embora Paulo nos diga que a mensagem a ser pregada é a Palavra de Cristo, nós encontramos, sem muito esforço, pregações descristianizadas. O discurso é bom, há muita técnica e recursos tecnológicos, homilética e retórica, mas não há lugar para Cristo, não há poder. Isso acontece comigo e com todo pregador. Se eu não vigiar, minhas mensagens terão muito humanismo, filosofia, psicologia, motivação, autoajuda e pouca palavra de Cristo.

A primeira geração de discípulos de Jesus pregava uma mensagem muito simples, direta e poderosa. A primeira mensagem registrada nos Evangelhos foi pregada por João Batista e seu apelo foi: “Arrependei-vos: “Apareceu João batizando no deserto, e pregando o batismo de arrependimento, para remissão dos pecados.” (Marcos 1:4).

Depois de Jesus ser tentado e João preso, encontramos o segundo sermão registrado no Evangelho e Jesus é o Pregador. Seu apelo? Arrependei-vos: “O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho.” (Marcos 1:15).

Segundo está registrado no livro de Atos dos Apóstolos, depois da ascensão de Jesus, os discípulos foram batizados com o Espírito Santo. Logo a seguir, Pedro, cheio do poder de Deus, dirigiu-se a todos aqueles que estavam em Jerusalém. Sua mensagem? Arrependei-vos: “E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.” (Atos 2:38).

Você se lembra qual o tema ou o assunto do último sermão que ouviu? Ele estava alinhado com João Batista, Jesus e Pedro? Ele atende o requisito proposto por Paulo? É a Palavra de Cristo? Palavra de salvação?

Quando ouviram o primeiro sermão de Pedro, seus ouvintes, profundamente impactados, interromperam a pregação e perguntaram-lhe: “Irmãos, o que devemos fazer?” (Atos 2:37). E você? Como tem reagido às mensagens que tem ouvido?

Cel. Cícero Nunes

Cel. Cícero Nunes

Professor Estudo Bíblico

Cícero Nunes Moreira é casado com Cibele Mattiello da Rocha Moreira. Ordenado ao ministério sacerdotal há vinte e cinco anos, autor e Pastor na Igreja Evangélica Vida com com Cristo e capelão voluntário na Policia Militar de Minas Gerais com atuação, principalmente na Academia de Policia Militar e no Hospital da Policia Militar. Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas e Coronel do Quadro de Oficiais da Reserva. Autor do Livro Religião e Direitos Humanos na Policia Militar e Segue-me! Conectando-se ao Evangelho de Lucas.

Você também pode gostar…